Depoimentos

Veja algumas opiniões de quem já paricipou do estágio para estudantes de medicina da SOBRAMFA.

O estágio na SOBRAMFA permite vivenciar a prática médica de forma humanizada, cuidando da pessoa como um todo. Além disso, permite aprender sobre comunicação com pacientes e participar de reuniões científicas com os médicos da SOBRAMFA

Octávio Marques Barbosa
UFVJM - Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri

A visão que a Sobamfa tem de medicina é realmente diferenciada das demais propostas. Um atendimento humanístico, centralizado e com saber científico de uma forma suave e natural.

Thiago Graciano de Oliveira
FTESM - ESCOLA DE MEDICINA SOUZA MARQUES – FUNDAÇÃO TECNICO EDUCACIONAL SOUZA MARQUES

Ao participar do estágio da SOBRAMFA aprendi muito além da arte de cursar medicina, pois observei de perto o verdadeiro significado desta formação. Compreendi a arte da compaixão e do amor ao próximo como também, a importância de saber ouvir o paciente e tratá-lo de forma humana.

Universidade Brasil
Tauany Ferreira Marques

Durante minha experiência no estágio, compreendi que cuidados paliativos não é simplesmente ”quando não se tem nada a fazer”. Realmente pelo aspecto da doença, não se tem mais perspectiva nenhuma, porém, pelo aspecto do paciente, podemos fazer muito mais ao prescrever medicações e procedimentos que gerem conforto até a sua finitude. Aprendi a olhar de forma diferenciada este tipo de paciente. Tanto o manejo clinico quanto o ‘’manejo humano’’ de todo o contexto.

Poliana da Silva Oliveira
UNIFAMAZ - Centro universitario metropolitano da amazonia

A forma como Dona Nilza, uma senhora de 99 anos que vivia no residencial para idosos leva a vida me tocou bastante. Apesar de ser viúva, não ter mais o vigor físico de antes e de estar morando longe de toda a família, ela mostrou ser uma pessoa tão feliz e tão grata por tudo que tem e que teve a vida toda

Marília Magalhães Wanderlei
UniCEUB - Centro Universitário de Brasília

O programa da SOBRAMFA é uma oportunidade de única de termos contatos com a relação médico-paciente ideal, assim como pra aprender e revisar conceitos técnicos da prática médica. Os profissionais são extremamente capacitados e pacientes para explicar sobre o caso ou qualquer outra dúvida pertinente. Foi uma experiência única, com certeza irei repetir o estágio em outras ocasiões.

Luís Guilherme
UFMS - Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

A faculdade de medicina nos ensina a anatomia, a fisiopatologia, a semiologia e tantas outras matérias importantes, que contribuem para o tratamento da doença, algo que os médicos costumam dominar na sua profissão. E o tratamento do paciente? Daquele humano que manifesta a doença? Como tratá-lo? Este “mínimo” detalhe não aprendemos lendo livros, mas aprendemos com a vida e observando médicos que pensam de um jeito mais humanizado. Por isso, o estágio da SOBRAMFA me chamou a atenção e decidi realizá-lo. Acredito que foi uma das semanas mais proveitosas da minha curta vida acadêmica. Pude observar a prática da medicina voltada ao paciente, algo que nunca tinha visto antes e entender como a humanização e a empatia devem fazer parte dessa linda profissão. Ao meu ver, todos os estudantes da área de saúde deveriam ter um contato com essa humanização e compreender o quanto é importante.

Giovana Rogani Barrozo

Estagiar na SOBRAMFA possibilitou eu observar uma medicina humana e responsável que prioriza o paciente na sua totalidade.

Gabriela Maria Viana Sargi
UNIBRASIL - Universidade Brasil

Depois que terminei o estágio comecei a olhar a medicina com outros olhos. Agora vejo de fato pacientes, pessoas e não apenas um monte de exames.

Bruno Machado
ULBRA - Universidade Luterana do Brasil

Foi uma experiência maravilhosa, não só de conhecimento cientifico, como de humanidade e amor pela profissão! Hoje tenho uma visão diferenciada da medicina e da relação médico paciente!

Ayumi Miura Fialho da Silva
UNIFAMAZ - Centro universitario metropolitano da amazonia

O estágio da SOBRAMFA foi muito engrandecedor para a minha formação, porque tive um contato direto com a medicina humanística na prática, tirada do papel. Isso é importante, pois o atendimento de um paciente na sua integralidade muitas vezes não se concretiza, se mantem no papel e na SOBRAMFA vimos que não, que o atendimento humanista, vendo o paciente de forma holística se concretiza.

André Augusto Guerra Gomes
IESVAP - Instituto de Educação Superior do Vale do Parnaíba

O estágio da SOBRAMFA foi muito importante para o meu aprendizado como aluna de medicina e ser humano. Aprendi, acompanhando o cotidiano dos médicos, a lidar com diferentes situações. A experiência superou todas as minhas expectativas e sou muito grata a todos os médicos que me acompanharam e me ensinaram tanto!

Fernanda Tarpinian
FMJ - Faculdade de Medicina de Jundiaí

Excelente programa de estágio, participei de discussões científicas, acompanhei minha preceptora em seu cotidiano no hospital, cuidados paliativos e ambulatório. Os preceptores são extremamente atenciosos, paciente e gentis. Tive oportunidade de adquirir conhecimento sobre condutas médicas, doenças e essencialmente sobre medicina humanizada e a importância de olhar o
paciente de forma integral e não apenas como uma doença. Presenciei situações muito delicadas com pacientes vulneráveis, em que a minha preceptora ouviu, esclareceu dúvidas e confortou famílias desesperadas. Por isso, em minha opinião, o programa é muito válido para estudantes de
graduação, visto que as oportunidades e experiências oferecidas vão muito além dos estágios clássicos oferecidos pelas faculdades. Agradeço a todos os envolvidos pela oportunidade de tamanho aprendizado.

Rafaela Piccolo Avallone
CUSC - Centro Universitário São Camilo

O estágio da SOBRAMFA me proporcionou uma visão completamente diferente da prática médica que aprendi na faculdade. Percebi que postura médica nada se relaciona com frieza e palavras formais e hoje percebo que o aprimoramento da relação-médico paciente é indispensável para uma boa prática médica.

Pedro Henrique Leite de Araújo
UFPB - Universidade Federal da Paraíba

Atendimento muito humanista e de qualidade

Luis Felipe Arruda LaganaroLuis Felipe Arruda Laganaro
CUSC - Centro Universitário São Camilo

O estágio da SOBRAMFA me proporcionou uma visão completamente diferente da prática médica que aprendi na faculdade. Percebi que postura médica nada se relaciona com frieza e palavras formais e hoje percebo que o aprimoramento da relação-médico paciente é indispensável para uma boa prática médica.

Luana Vilela Szabo
FTESM- Souza Marques

Excelente estágio. Tive uma nova visão acerca da medicina. Fui inspirada a ser uma médica melhor graças ao estágio. Os preceptores são ótimos.

Victória Almeida Viana
UNIPAM - Centro Universitário de Patos de Minas

Uma semana de estagiária da SOBRAMFA pude vê uma medicina humanizada, onde se tem tempo para conversar com o paciente, para explicálo e entendê-lo, uma medicina que não quer apenas curar, mas que deseja o bem estar do paciente. Além disso vi os cuidados paliativos de perto e percebi que é um assunto bem mais difícil e complicado do que qualquer material que já tenha lido, é muito difícil vê que a medicina não consegue passar dali, que agora é o confronto e o bem estar do paciente que importa, sendo assim apenas manejamos a doença. Nesta uma uma semana pude vê que a medicina tem limite que principalmente com os idosos é preciso respeitar esse limite.

Sofia Silva e Souza
FAMINAS BH - Faculdade de Minas

O estágio fez com que além da comorbidades de um pacientes, possamos
olhá-los como um todo, integrando a mente e o corpo. Além de observar como
é a rotina de uma médico, e relembrar diversos pontos sobre medicamentos e
fisiologia.

Marcela Piccolo Avallone
UAM - Universidade Anhembi Morumbi

O estágio que a Sobramfa me proporcionou foi uma experiência singular quepossibilitou a abertura de novas perspectivas enquanto acadêmico e futuro médico. As atividades realizadas englobam várias maneiras de produzir cuidado, saúde e conforto. Sempre que puder, retornarei.

Lucas da Silva Marques Elias
UFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

O estágio da SOBRAMFA foi muito válido para mim. Tive a chance de aprender mais sobre
cuidados paliativos e da parte mais humana da medicina que nem sempre vemos nas faculdades. Os preceptores são muito atenciosos e sempre dispostos a ajudar e esclarecer dúvidas. Além da parte acadêmica também pude conhecer um pouco de como é a vida do médico, de conciliar os problemas pessoais com profissionais e da interação com outros profissionais das equipes.

Letícia Pereira Mendonça
Faminas-BH - Faculdade de Minas

O curso é magnífico, é muito interessante vê como é a prática da medicina, o cotidiano de um médico, a maneira como ele trata aborda cada paciente com suas especificidades. É enriquecedor, uma experiência que a faculdade certamente não poderá te proporcionar. A equipe é maravilhosa, atenciosa e sempre preocupada em solucionar todas nossas dúvidas.

Giovanna Escobar
IMEPAC - INSTITUTO MASTER DE ENSINO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS

Segunda vez que participo do estágio da SOBRAMFA! Cada experiência é única e muito enriquecedora!

Ana Paula Cella Tozetto
FACERES - Faculdade de Medicina em São José do Rio Preto

O programa da SOBRAMFA foi uma ótima experiência. Tive contato com médicos cujo exemplo pretendo seguir – humanos, preocupados com os pacientes, atenciosos e competentes. O estágio me proporcionou a certeza de que a medicina tanto que busco de fato existe, e jamais desistirei dela.

Victória Segalla
PUC - Pontifícia Universidade Católica do Paraná

O estágio foi uma experiência incrível! Mostrou a vida como ela é, com a rotina puxada, demandas difíceis mas sem perder o cuidado com o paciente e sua família!

Mariah Pessanha Albernaz
FMC - Faculdade de Medicina de Campos

A semana que eu passei acompanhando o médico da SOBRAMFA foi muito enriquecedora para mim em vários aspectos. Conheci um lado da Medicina que eu não havia tido contato antes, vi profissionais muito capacitados e que cuidavam muito mais do que das doenças, mas das pessoas como um todo. Com certeza foi uma semana que mudou a minha visão sobre a profissão como um todo e que me ensinou coisas que quero levar para a minha prática médica e para a minha vida.

Julianna Henriques de Aquino
UNICEUB - Centro Universitário de Brasília

O estágio me trouxe algo que eu tenho procurado bastante devido a minha faculdade não oferecer isso no início do curso: a prática. Ter contato com os pacientes, ter um pouco de noção de como conduzir uma consulta ou um atendimento de forma humanizada é de suma
importância. Em uma semana, tive a oportunidade de observar meu preceptor em diversas situações. Acompanhei desde atendimentos corporativos até pacientes hospitalizados, sob cuidados paliativos ou em casas de repouso. Adorei a experiência, recomendo!

Jacqueline Ahrens
UNINGÁ - Centro Universitário Ingá

Foram dias de aprendizado intenso que me acrescentou tanto em conhecimentos técnicos como humanizados, a atenção e carinho que tiveram comigo ao me passar esse conhecimento me fez começar a planejar meu retorno no próximo ano

Sâmia Cristina Nabhan
UNINGÁ - Centro Universitário Ingá

Vivenciar o estágio na SOBRAMFA me fez valorizar ainda mais a abordagem médica humanizada a qual o paciente não é sua doença e sim um ser humano que precisa de um cuidado integrado que envolve sua história de vida, sua mente e sua espiritualidade. Uma medicina que vai além da técnica

Letícia Teixeira Pinheiro Guerra
UNINGÁ - Centro Universitário Ingá

“A sustentação de uma relação personalizante está na dependência de atitudes que incluem afeto, dedicação e entusiasmo por parte do médico, que faz com que o paciente se sinta cuidado”. Talvez essa seja a frase que melhor sintetizaria a experiência que, durante uma semana, tive com os profissionais da SOBRAMFA, em especial com o Dr. Vinícius. Afeto. Sim, esse simples e belo sentimento com certeza enxuga o coração dos médicos que na instituição trabalham. Dedicação. Todo profissional, independe da área em que ele trabalha, acho que teria que ter o máximo possível dessa virtude. De fato, dedicação é algo que acredito que todos os médicos da SOBRAMFA possuem, sem dúvida alguma. O respeito aos horários de início do trabalho, respeito aos horários das consultas, o comprometimento com o serviço e a preparação antes de algum evento (como a reunião que tivemos com as gestantes) são alguns dos casos que demonstram a dedicação que tais profissionais possuem em relação aos seus compromissos. Entusiasmo. Esse, com certeza, é o estado em que todos, literalmente todos, os profissionais da SOBRAMFA se encontram durante seus trabalhos. É na disposição para ir trabalhar, na calma para responder perguntas, mesmo se elas já tenham sido feitas, na paciência para lidar com qualquer tipo de paciente, na felicidade de cumprimentar as pessoas. Sempre com um sorriso estampado no rosto, os médicos me mostraram que a melhor forma de trazer conforto aos seus pacientes é dando a eles carinho, atenção e se mostrando dispostos a ajuda-los.

Enzo Mugayar Campanholo
Pontifícia Universidade Católica de Goiás

O estágio de uma semana com a SOBRAMFA foi incrível! Eu pude acompanhar o dia-a-dia de uma equipe que cuida de seu paciente como um todo e que se preocupa com o jeito humano de tratá-lo; e pude ver que a Medicina pode ser sim exercida com muito amor.

Victória Moraes Perinazzo
FAMAZ - Faculdade Metropolitana da Amazônia

Aprender medicina com médicos humanos que visam o bem estar do paciente foi muito gratificante ,os cuidados paliativos são fundamentais sendo aplicados na vida de cada paciente me fez sentir orgulho do projeto que participei e de como ele ocorre ,o que me motiva a retornar e refazer todas essas atividades em breve. Estou muito grata pelo conhecimento adquirido e poder vivencia-lo na pratica foi maravilhoso ,experiência única e maravilhosa

Suyanne Lobato Rodrigues
Famaz - Faculdade Metropolitana da Amazonia

Durante o estágio da SOMBRAMFA, todos os alunos, independente do ano que estão cursando, são convidados a interpretar melhor o significado da humanização dentro do campo da medicina. Logo, ao serem expostos ao cotidiano médico, os alunos vivenciam uma experiência de buscar sentir e compreender as necessidades do outro, a qual é indispensável para a formação médica.

Letícia Umetsu Yaginuma
UNINOVE - BAURU / SP

A SOBRAMFA me proporcionou uma experiência unica, onde foi possível ter um contato próximo com o paciente de forma eficiente, atendendo suas demandas e melhorando sua qualidade de vida através da escuta. Pude viver momentos únicos que apenas com a faculdade não conseguiria e pude ter a certeza da profissão que escolhi para minha vida.

Vitória Souto Galvão de França
UNINTA -Sobral / Ceará

Realizei o estágio de uma semana da SOBRAMFA e posso dizer que essa experiência foi muito além das minhas expectativas. Fora o conhecimento técnico, aprendemos, de fato, como ouvir, conversar e confortar o paciente, resgatando a importância da medicina humanizada e individualizada. Foi transformador fazer parte dessa vivência, recomendo fortemente o curso!

Maria Carolina Cardoso da Silva
IMED -Passo Fundo / RS

Ter feito o estágio na SOBRAMFA me deu esperança na Medicina que acredito. Uma Medicina que foca no paciente e não somente em sua doença. Foi incrível observar de perto como um atendimento humanizado pode auxiliar melhor o paciente e proporcionar a ele uma melhor qualidade de vida e bem estar. Superou minhas expectativas e os aprendizados irei levar para a vida toda

Jaqueline Midori Tominaga Gouveia
Faculdade de Medicina Jundiaí

O estágio na SOBRAMFA foi uma experiência única que jamais esquecerei. Aprendi muito sobre respeito ao próximo, respeito à família, compreensão, cuidados paliativos, cuidado integral, clínica de referência e mil outras coisas indescritíveis e que tenho certeza que farão muita diferença na minha vida profissional.

Geovana Parras
USCS - Bela Vista / SP

Por meio do estágio adquiri uma experiência fantástica no âmbito de comunicação com o paciente, além de que pude ter a certeza que ainda é possível ter uma medicina humana que seja voltada para o paciente como um todo.

Francisco Wellington Lopes Guimarães
Uninta - Sobral / CE

Os médico da SOBRAMFA foi de suma importância para o meu aprendizado;Com eles eu aprendi a lidar com os paciente,trata-los de forma integral e a entender seus sentimentos.Além disso,foi uma semana em que eu pude vivenciar uma grande riqueza de casos e diferentes patologias.Só tenho a agradece-los por essa semana incrível que vocês puderam me proporcionar.Um grande abraço e até logo.

Bernardo Afonso Resende
Estácio Centro Universitário- Ribeirão Preto

Estágio maravilhoso para quem busca acompanhar/ entender mais sobre a rotina de médicos da família. Lá o paciente é visto de uma maneira diferente, íntegra e muito responsável.

Ana Paula Cella Tozetto
Faceres - São José do Rio Preto

O estágio em si é muito interessante, pois além da parte clínica se aprende o
lado humano da medicina.

Eloá Fernanda da Silva
Universidad Maria Serrana

Realizei o estágio pela segunda vez, e me senti mais uma vez acolhida pela equipe. Aprendi muitas coisas novas, pois os cenários são dinâmicos e pretendo retornar para novas experiências!!

Jaqueline Flavia Ledo Frota
UNIFEV

Todo estudante de medicina DEVERIA fazer o estágio.

Paula Cintra Dantas
Faceres - SJ Rio Preto

O estágio SOBRAMFA abre portas para novas visões sobre a prática médica.O dia-a-dia com a excelente equipe de médicos da SOBRAMFA mostra que o paciente deve ser visto como um todo, desde suas necessidades mais básicas,
como alimentação e relações interpessoais, para que seus processos fisiológicos e suas patologias possam ser mais que entendidos, e sim compreendidos, afim de ser ofertado o melhor tratamento ao paciente.

Rodrigo dos Santos Fagundes
UNISUL

O programa é incrível! Consegue superar as expectativas da gente a cada dia, me senti muito à vontade e acolhida.

Nayara Costa Alcantara de Oliveira
Centro Universitário Cesmasc - AL

O estágio na SOBRAMFA me permitiu uma grande imersão na rotina dos médicos. Através do programa eu observei uma conduta médica extremamente cuidadosa com os pacientes e família. Pretendo voltar muito em breve.

Luana Vilela Szabo
Faculdade Souza Marques - RJ

O estágio da SOBRAMFA me surpreendeu imensamente. Foi gratificante acompanhar profissionais que exercem a Medicina com amor, em seus diversos âmbitos de trabalho. O humanismo, a empatia e o comprometimento com o paciente são colocados em prática ao longo de todo o estágio e com certeza, esta experiência ficará marcada em mim e sempre me estimulará a seguir este caminho lindo.

Isabela Cezalli Carneiro
Faculdade Faceres SJ Rio Preto

O programa da SOBRAMFA é incrível. A didática, o profissionalismo , o humanismo e o comprometimento com o paciente são coisas que nós não aprendemos durante a faculdade, mas de ensino da SOBRAMFA. É o meu segundo ano com a instituição e certamente estarei de volta no ano seguinte.

Jeronimo Rodrigues Lopes Junior
Faculdade de Souza Marques

A semana que participei do SOBRAMFA foi de muito aprendizado: Desde as discussões e a observação de atendimentos até o fato de acompanharmos a rotina dos médicos, podendo sentir na pele a experiência e algumas dificuldades de também ser um. Além de conhecer cada dia em um cenário diferente, mudando completamente o perfil dos pacientes, das doenças e assim das condutas! Também tive sorte em encontrar médicos muito bons e com didáticas excelentes, todos com muita paciência e compromisso com o ensino!Foi uma experiência que com certeza gostaria de repetir, valeu cada segundo.

Marina Teixeira Cerávolo
UNIARA

O estágio da SOBRAMFA reforçou a minha visão sobre a importância da medicina humanizada e me mostrou que é possível, sim, realizá-la, mesmo que atualmente isso tem sido deixado de lado.

Brunna Felipe Conti
PUC - Goiás

Entendo que a SOBRAMFA possibilita a atuação da medicina em todas as suas esferas, entre elas compreender a individualidade de cada pessoa e tratá-lo de forma a olhar todo o contexto que engloba o paciente.

Flávia Nisioka
Barão de Maua-Ribeirão Preto SP

Estou encantada com essa semana de aprendizado.

Emiliane Karla Alfenas Siqueira
UPAP - Universidad Politécnica y Artística del Paraguay

A SOBRAMFA não é apenas um estágio, mas também uma atualização sobre seus conhecimentos. Nós mostra uma nova forma de pensar.

Elaine de Santi
UPAP - Universidad Politécnica y Artística del Paraguay

A vivência clínica proporcionou perspectivas cognitivas e filosóficas, pelo simples fato de, na maior parte dos casos, lidarmos com cuidados paliativos.Por lidarmos com pessoas, casos e histórias de vida. Com o estágio, aprendi
coisas que nunca achei que aprenderia. As experiências proporcionaram respostas dos preceptores a todos os questionamentos, algo engrandecedor.Sem falar das dicas de atendimento, correções de posturas e condutas
tristemente usuais, histórias sobre cuidado, sobre a dignidade da pessoa humana e a excepcional forma atenciosa de examinar foram muito construtivas. Saí do curso realizada.

Maria Eugênia de Paula Pires
Famaz

A SOBRAMFA tem como ideal a humanização e eles conseguem pregar isso da melhor forma possível. Os preceptores se preocupam em tratar o paciente como um todo e não apenas a doença em si. Foi uma experiência única na minha vida, onde tive um aprendizado pessoal e profissional inigualável. Pra mim, todas as pessoas que estudam medicina devem participar desse programa para aprender como lidar, da melhor forma possível, com os pacientes, seus familiares e com a equipe da saúde que também está envolvida.

Maria Eduarda Podboy Costa Junqueira
FACERES

Participar do estágio da SOBRAMFA foi uma experiência enriquecedora e prazerosa. O estágio proporciona vivenciar o cotidiano da vida do profissional de saúde em seus vários âmbitos de trabalho. Estive do lado de médicos extremamente competentes e apaixonados pela medicina, que visam inspirar o estagiário a seguir o mesmo caminho.

Lorena Fecury Tavares
Famaz

O meu curso durou uma semana mas foi como se tivesse durado uma vida. Eu aprendi coisas que durante meus 2 anos de faculdade não foi ensinado. Eu aprendi sobre humanização e sobre a sua importância. Importância essa que dentro da faculdade é somente comentada. Aprendi a lidar com pessoas, o que na faculdade, infelizmente, não anda acontecendo. A medicina anda sendo robotizada. Nas provas atendo e diagnóstico, muitas vezes, bonecos. Tenho perdido o contato com pessoas e, é justamente por isso que eu tinha escolhido o curso. Recomendo a todos fazerem esse estágio, voltarei com certeza.

Isabelle Fonseca Sirotheau Corrêa
Famaz

O estágio da SOBRAMFA me rendeu experiências que eu nunca imaginava poder ter estando na faculdade. Pude ver de perto situações difíceis e aprendi como lidar com algumas. Sempre nos é ensinado o humanismo, porém, vivencia-lo na prática com médicos tão atenciosos e carinhosos com os pacientes, é transformador. Aprendi o quanto o cuidado paliativo pode aliviar o sofrimento tão terrível de algumas doenças e acalmar, pelo menos um pouco, os familiares tão aflitos com a dor de quem ama. Espero voltar mais vezes!

Ana Carolina Furtado Ribeiro Baetas
FAMAZ

A SOBRAMFA superou minhas expectativas quanto ao estagio, pois em poucos dias foi possível encontrar muitas vivencias que jamais ocorreriam na faculdade. Além disso, foi possível conhecer uma medicina mais humana, voltada para o paciente, como um ser biopsicosocial.

Marina Haber de Souza
Famaz

Um ser humano, antes de tudo, quer ser tratado como gente. Precisa de solidariedade, de atenção, de um agrado no seu ego fragilizado pela doença, além de prescrições medicamentosas ou procedimentos médicos propriamente ditos. O saber médico perde poderes se não for aplicado também com arte. A medicina deve ser humanizada, o paciente precisa, muita das vezes, não de um medicamento, mas sim, de amor, atenção e afeto. Diante desse estágio da SOBRAMFA tive a certeza que aprender é a única coisa que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende!

Danyelle Dias Cardoso
Unifaminas- MG

Muito interessante a proposta do estágio, pois, propicia uma visão diferente, abrangente e humanística da Medicina. Além de ter a oportunidade de acompanhar e aprender com ótimos profissionais.

Lara de Souza Kodra
Faculdade de Medicina de Valença-RJ

Acredito que a Sobramfa retrata bem e deixa aclarado o verdadeiro sentido de se fazer medicina e sua verdadeira essência, pois sua base é a humanização e no tempo que estive fazendo o estágio pude perceber que todos que compõe essa equipe sabem bem colocar em prática o lado humano. Me surpreendi muito com tudo que presenciei, mas de longe o que me gamou mais atenção foi ver uma equipe tão bem estrutura e em prol de um bem maior. A frase que marcou nessa semana de estágio, a qual foi dita por mais de um componente da equipe foi; -“Estamos aqui para cuidar do paciente, do seu bem estar, do seu meio,e só depois olhamos a patologia em si, pois muitas das vezes as pessoas precisam apenas de uma conversa “. Serei eternamente grata pela vasta e enriquecedora experiência.

Paula Gonçalves Pereira
Universidad de Morón- Buenos Aires

Minha experiência foi muito boa, vendo uma realidade que não estava acostumada e um modo de atender os pacientes bem individual.

Patricia da Silva Poiatti
USCS- São Caetano do Sul

Emocionante. Acredito que essa seja a palavra que mais se encaixa no período que passei no SOBRAMFA. Viajei para São Paulo com uma ideia hospitalocêntrica e ultraespecializada de atendimento. Mas logo no primeiro dia me deparo com pessoas que entendem a saúde de uma maneira muito mais ampla e complexa. Enxergar o paciente em tantas realidades e se interessar por elas é uma tarefa que requer disposição, treinamento e esforço próprio. Tentar explicar o que aprendi na SOBRAMFA é tão difícil quanto decodificar o óbvio. Apenas vi como médicos exercem medicina como deveria ser feita, nua e crua.

Lucas Nunes da Silva
Universidade Federal de Goiás

O estágio é muito dinâmico, cansativo e instigante a busca de conhecimento. Recomendo que sempre que possível, o estudante de medicina deve vivenciar esse momento.

Isabela Corrêa Cavalcanti Sá
UNIFOR - Universidade de Fortaleza

O estágio na SOBRAMFA foi muito interessante, no decorrer de uma semana, presencie médicos humanos e que buscam da melhor forma atender as necessidades do seu paciente.

Rodrigo Pantoja Moraes
FAMAZ)

No curso de Medicina devemos ser estimulados à humanização do atendimento. O estágio observacional é oportuno e soberano, essencial a formação pois permite o trabalho em equipe com diferentes cenários e pessoas de outras instituições de ensino, enriquecendo a troca de habilidades e vivências pessoais.

Rodrigo Barnabé Rodrigues
UNI-FACEF

O estágio da SOBRAMFA é uma ótima via para os acadêmicos de medicina que desejam maior contato com pacientes nos primeiros anos de faculdade. Principalmente por vir de uma instituição com o módulo de ensino tradicional, naturalmente com poucas atividades práticas no início da vida acadêmica, este estágio me trouxe enorme ganho pessoal por me trazer contato com minha vivência acadêmica e profissional num futuro próximo. Recomendo a todos!

Maria Fernanda Sinatura Arvelos
Universidade de Taubaté - UNITAU

O meu principal objetivo ao entrar na SOBRAMFA era intensificar a prática médica e forçar para que eu não perdesse meu ritmo de estudos nessas férias de internato; compartilho com vocês que alcancei este objetivo e mais; conheci uma instituição que acredita e pratica aquilo que muitas vezes se perde na correria da medicina e que eu acredito muito, a humanização! A SOBRAMFA desenvolve um meio de ensino, o qual o aluno fica à vontade para questionamentos e para praticar (claro que dentro das limitações do tempo que se tem para cumprir as tarefas); sempre com compromisso, respeito e destreza. Com toda certeza foi um grande prazer conviver com vocês. Encerrei o estágio, encantada com o que presenciei e com o que aprendi, tanto em âmbito profissional quanto pessoal. Deixo os meus parabéns e o meu muito obrigado de todo o coração a todos que tive contato, em especial a: Renata, Dra. Joana, Dr. Vitor, Dra. Graziela, Dra. Laura, Dra. Jaqueline e Dr. Marco. Desejo que eu consiga manter contato com todos vocês! Muito Obrigada. Que Deus os abençoe.

Caroliny Moraes Silva
FM de Petrópolis - RJ

O programa me proporcionou experimentar a medicina em sua essência, onde tratam-se pessoas e não doenças. O dia-a-dia com os médicos permitiu com que eu tivesse contato com condutas humanizadas me proporcionando um novo olhar a minha futura profissão.

Matheus Eduardo de Barros Amato
Universidad Maria Serrana - Paraguai

Um estágio breve e cheio de surpresas. Pra quem busca entrar em contato com uma medicina humana e integral é um experiência indispensável. Aquele sentimento que o estudante altruísta traz consigo de querer cuidar de gente e que aos poucos vai se confundido ao longo da graduação ressurge nesse estágio. Pra quem busca ser médico de pessoas e não de joelhos, corações e cérebros. Amei muito a experiência, os profissionais da SOBRAMFA são fofíssimos. Vale a pena 😉

Teresa Meirelles de Lima
FM de Taubaté - SP

O estágio superou as minhas expectativas, acabei me apaixonando pelo trabalho que os profissionais da SOBRAMFA fazem, é um programa que me ensinou muito. Saí do estágio com um gostinho de quero mais e também com a vontade de trabalhar ali.

Leticia Novak Crestani
UniCesumar - PR

O estágio da SOBRAMFA ensina muito sobre os cuidados integrais dos pacientes, permeando por âmbitos clínicos, sociais e culturais. Conferindo, assim, ao estágio o aprendizado da medicina humanizada.

Tiago Alves dos Santos
Fac de Saúde Santo Agostinho - BA

Com os profissionais da SOBRAMFA aprendi que o mais importante na relação médico/paciente é o amor que você transmite ao cuidar de uma pessoa, que não importa o quão bom você é na sua carreira se não houver amor pelo próximo. Aprendi coisas técnicas que vou usar sempre e aprendi a admirar a minha futura profissão.

Laura Vilela Salgado Lacaz
FM de Itajubá - MG

Estou muito feliz com a maneira como SOBRAMFA aborda sua filosofia dentro do estágio. Foi uma surpresa muito grande pra mim ver uma abordagem completamente diferente da que eu estava habituado a ver na Medicina. A SOBRAMFA me fez acreditar novamente na presença de um médico completo, atencioso, incansável e humanista. Definitivamente levarei pra minha vida toda a experiência que tive em cada caso visto ao longo da semana.

Jeronimo Rodrigues Lopes Jr
Universidade de Nova Iguaçu - RJ

O programa contribui para o enriquecimento na formação profissional ao enfatizar a medicina da família e os cuidados paliativos, tudo isso com a orientação do preceptor sempre disponível para esclarecer qualquer dúvida.

Francisca Nattascha Mauriz de Santana
FM de Olinda - PE

Através da SOBRAMFA tive a oportunidade de me aproximar das perspectivas dos pacientes, interagir com os mesmos e vivenciar uma nova realidade da saúde pública-privada. Aprender sobre uma medicina humanista e a necessidade de centrar no paciente/pessoa e não somente o portador da patologia ou a patologia em si. Estar mais em contato com essa visão me fez refletir e conscientizar a medicina muito mais além dos padrões acadêmicos e sim ser um cidadão melhor.

Patricia Yoko Cunha Shimokomaki
Faculdade Del Pacífico - Paraguai

Foi uma experiência de aprendizado inigualável, crescimento pessoal e profissional como futura médica. Todos da SOBRAMFA foram extremamente atenciosos e prestativos. Pretendo voltar.

Géssica Dorta Souza
Faculdade Del Pacífico - Paraguai

O curso foi de extrema importância na minha vida pessoal e acadêmica. Os médicos são muito didáticos, atenciosos, profissionais e são muito respeitosos. Em momento algum, nós estudantes e aprendizes, ficamos com dúvidas a serem sanadas, recebendo explicação devidamente clara e de forma a respeitar nossos limites quanto ao conhecimento específico da medicina. Retorno para minha casa com uma bagagem de experiência e conhecimento que não se obtém dentro da sala de aula.

Taisa Fernanda Loss Santana
UNESC – ES

Foi muito gratificante poder observar o trabalho incrível realizado pela SOBRAMFA. A integração/sintonia entre os profissionais e o cuidado e respeito para com os pacientes é inspirador. Valeu a pena cada hora dessa semana!

Ruthyane Monte Baldo
UNESC – ES

Para quem busca novas experiências e aprendizado, é o lugar certo. Mesmo estando no início do curso, aprendi muitas coisas, acrescentando muito para minha vida pessoal e principalmente profissional. Tive uma nova visão sobre o que é Medicina da família. Ótimos médicos/professores, nos deixaram super a vontade durante toda a semana, se tornando amigos da gente. Nota 10!!

Victor Luís da Costa Batista
UNESC - ES

A SOBRAMFA nos mostra a medicina mais humanizada, na qual a família é tão frágil quanto o paciente. A medicina da vida, que não é tão exata como se aparece nos livros. É possível vivenciar diferentes serviços e atuações do médico, criar e mudar opiniões anteriormente formadas, aprender, reviver e recordar. Foi uma experiência incrível!

Michele Queiroz Balech
FACERES - SP

O programa de estágio da SOBRAMFA foi sem dúvida uma experiência inesquecível, pude acompanhar de perto a rotina ambulatorial, hospitalar, e aprender como a medicina paliativa é realizada. Estar ao lado de profissionais que são extremamente habilidosos em se relacionar com o paciente foi muito engrandecedor para mim. Saio desse programa com uma sensação de não só ter evoluído como estudante, mas também como humano.

Jean Marcelo Strippoli Doffini
UNIFAE - SP

Me inscrevi para além de obter novos conhecimentos, testar os meus já aprendidos em faculdade… Entretanto, obtive conhecimentos não só relacionados à prática médica, mas sim relacionados a capacidade de um médico em influenciar uma família necessitada. Um estágio que além de fornecer muito conhecimento médico, me tornou mais humano.

Pedro Eduardo Ricciardi Cosac
UNIFAE - SP

Posso garantir que você nunca mais vai enxergar a medicina do mesmo jeito, vale muito a pena, se puder, faça!

Sebastião Rizzo Neto
FMJ - SP

O estágio da SOBRAMFA me proporcionou muitos aprendizados, não apenas para minha carreira como médica, mas também para minha vida pessoal. Eu pude ter uma boa noção de como é a vida de um médico, quais são as principais queixas dos pacientes, e o que eles esperam de nós. Pude compreender a importância da comunicação, e a importância de entender as angústias dos pacientes, que muitas vezes precisam de apoio físico e emocional. Vi também a importância da equipe multiprofissional que compõe a área da saúde, e que apenas com união e ajuda mútua é possível se realizar um bom trabalho. Não há nada melhor do que ouvir um agradecimento de alguém que sofre, receber um abraço de alguém aliviado e ver a mudança no rosto dos familiares quando o paciente começa a se recuperar. É claro que há muitos momentos de tristeza, dor e morte; porém, poder ajudar aqueles que sofrem é a maior recompensa de todas.

Marina Pozzi Lanza
FMJ - SP

Melhor experiência relacionada a medicina que já participei, cada dia eu achava que estava no meu ápice de conhecimento até que no dia seguinte eu conseguia aprender mais ainda. Acho essencial para todo estudante de medicina tendo como base a medicina integralizada que visa todos os cuidados com o paciente, além da equipe de excelentes profissionais.

Stephanie Avesani João Figueiredo Carneiro
UNIFAE de São João

O programa da SOBRAMFA me ensinou coisas que levarei para a vida, sem duvidas foi a melhor experiência que já vivenciei dentro da medicina, confirmando meu amor pela profissão e me ajudando a esclarecer varias duvidas acerca da medicina familiar e suas abordagens. Além de me propiciar todas as aprendizagens, estabeleceu um vinculo de colegas com os médicos da sociedade, que me ajudaram muito em todos os momentos novos que vivi. Com toda certeza é um programa que repetirei até o final da graduação.

Isabella de Oliveira Mareca
UNIFAE de São João da Boa Vista

O estágio foi de grande valia para mim pois pude acompanhar grandes profissionais que têm prazer de ensinar o exercício da medicina de uma maneira humanizada. Os locais por onde passei (hospitais, ambulatórios, casas de repousa e clínicas de transição) me proporcionaram a oportunidade de vivenciar situações ímpares envolvendo os médicos, os pacientes e seus familiares. Sem sombra de dúvida foram dias inesquecíveis e regados de muito aprendizado!

Lucas Jose de Antonio
São Camilo

O estágio da SOBRAMFA é uma experiência inesquecível. Acompanhando os profissionais altamente treinados, super gentis e educados, pode-se aprender mais sobre como lidar com pacientes e familiares, como manejar doenças crônicas, como e quando aplicar os cuidados paliativos e seus princípios. Além disso pode-se presenciar também um pouco e aprender sobre a rotina de um médico em uma clínica e/ou em um hospital. Realmente é algo imperdível para qualquer aluno de medicina que sonha em se tornar um bom médico, crescer não só profissionalmente, mas também como pessoa. Afinal, nós estudantes, buscamos e estudamos para que no futuro possamos cuidar de pessoas, e cuidar não significa apenas solicitar exames e prescrever inúmeros remédios…. Cuidar envolve muito mais, como ouvir o paciente, se atentar aos seus desejos e sonhos e saber lidar também com a família. Agradeço a todo o pessoal da SOBRAMFA pela oportunidade de aprender um pouco mais.

Gustavo Garcia Marques
São Camilo

Eu gostei muito das atividades que participei e das instituições que visitei. Cada lugar e cada médico da equipe passam por situações diferentes e foi importante pra mim poder ver como cada um deles reage e lida com essas situações. Eu acho que ser médico é mais do que estudar medicina, e pra mim foi precioso poder estar ali, naquelas situações, pelos pacientes.

Sissi Tess Zandonadi
EUA

A breve experiência nas atividades da SOBRAMFA permitiu-me conhecer outras possibilidades de atuação médica além das que vejo em minha Universidade e no cotidiano dos hospitais. A ênfase numa clínica baseada em evidências e complementada em narrativas, permeada por uma relação médico-paciente humanizada, além da necessidade do próprio médico também se trabalhar como pessoa, me fazem crer numa medicina que realmente atenda as aspirações de nossa sociedade.

Juvenal Fernandes dos Santos
Brasília

A proposta do curso é de ver na prática o que exaustivamente vimos na teoria: cuidados paliativos, relação médico paciente, abordagem a pacientes com deficiência física ou mental e também para ver a prática médica no geral. Nesses quesitos, o curso apresenta bem todas as matérias, além de incrementar o estágio com as discussões científicas de toda segunda-feira.

Felipe Augusto Faria Henriques
Londrina

Sabemos que cada vez mais somos exigidos. E que uma das consequências dessa exigência é que perdemos a essência da medicina de tratar o paciente, e não a doença. Durante todo o meu estágio da SOBRAMFA, pude ver que ainda vale a pena tentar ser um médico diferente. Vale a pena tentar ser melhor e lutar por uma medicina menos pragmática e mais humanizada. Pude ver que ainda há médicos que sabem ouvir e dar atenção aos seus pacientes, que têm humildade o suficiente para reconhecer que nunca é demais aprender e que sabem se colocar no lugar das pessoas que precisam do seu cuidado. E que pra isso, só é preciso se doar, se entregar e querer fazer o bem. Pude vivenciar inúmeras experiências e situações em que um simples olhar mais atencioso e cuidadoso, somado a uma palavra de conforto fizeram com que os pacientes se sentissem “curados”. Não há dinheiro no mundo que pague o sentimento de gratidão e o sorriso no rosto dos pacientes após as consultas. A sensação de “dever cumprido” e de ter conseguido fazer a diferença na vida daquelas pessoas deve ser impagável. Imensurável. Cada paciente deixará um pouco da sua história na minha história que está começando a ser construída. A principal recompensa da medicina é se sentir bem após fazer o bem. Isso, o dinheiro não compra. A beleza não conta. Os livros não ensinam. Medicina se aprende na prática. E isso eu pude aprender bem de perto. Com toda a certeza valeu a pena. Afinal, as almas não eram pequenas!

Eduardo Mikio Sassaki
FMJ

A grande experiência do estágio foi conhecer o escopo e mercado na qual a SOBRAMFA se aplica. Totalmente diferente, pois são serviços especializados ao cuidado, pude encontrar diferentes conhecimentos nos Cuidados Paliativos e no uso do Médico de Referência, principalmente. Recomendo.

Edson Satoshi Miyazato
PUCPR-Londrina

O estágio nos abre portas, não somente para a vida profissional, mas aquelas que nós mesmos temos medo de abrir como alunos, pela insegurança e pelo medo. Temos um voto de confiança, que nos leva a procurar saber mais para ter mais autonomia e, com isso, crescer aos poucos. Isso é muito importante.

Bianca Dermendjian
UNISA-SP

Aprendizado é a palavra chave do estágio, um leque de aprendizado e experiências essenciais para formar um médico humano. Acredito que a faculdade nos faz médicos, mas nem sempre para praticar uma medicina humanistas. São nessas vivências que nossas escolhas se afloram. Vivenciei ao lado de um paciente a alegria e de outro o sofrimento temeroso e no papel exemplar dos médicos da SOBRAMFA a medicina holística sendo exercida. Acompanhar os médicos foi um aprendizado que nenhuma sala de aula iria me proporcionar, recomendo para todos os estudantes de medicina que tiver a oportunidade.

Camila Di Francesco Cocitta
Lusiadas

O estágio proporciona uma bagagem além de teórica. Experiências incríveis e bons exemplos de como exercer uma medicina diferente – e que faz a diferença – marcaram os meus dias com a equipe da SOBRAMFA. Fazer o estágio foi como que reviver o brilho da medicina que sempre sonhei. É uma grande oportunidade e recomendo a todos os estudantes!

Marina Azevedo Braghini
FMJ

Achei o estágio extremamente proveitoso e diferenciado, com peculiaridades e serviço únicos. Recomendaria como estágio para qualquer pessoa que quisesse ver o lado humanizado da medicina ou que gostaria de ver o funcionamento pratico da medicina da família teórica. O serviço oferecido pela SOBRAMFA não é a medicina da família que vemos no Brasil e por isso me surpreendeu. Todos os preceptores são extremamente atenciosos e dedicados, tanto com os estagiários quanto com os pacientes, tornando o clima agradável e extremamente didático. Algo que poderia ser explorado para pessoas de Quarto ano ou menos de medicina, é em como realizar um atendimento; seja explicando entre as consultas o que se deve fazer, como se portar com o paciente, conduzir o atendimento e depois atender para exemplificar; seja pegando o último atendimento do dia e explicar tudo uma vez só no dia e depois realizar um atendimento completo para que saibam como é. Digo isso porque há dias que não se consegue realizar um atendimento completo pela demanda, e em relação a serem do quarto ano ou menos, porque alunos do quinto e sexto ano, normalmente já adquiriram uma maneira de atendimento e talvez se torne inútil a atividade. Em relação ao cronograma, eu mudaria algumas coisas. Como por exemplo, tirar um dia de ambulatório (deixar apenas um período) e substituir por um dia a mais na Premium por exemplo, ou trocar um período de provita por um da Premium. Em relação ao valor do estágio, o estágio é muito caro. Juntado o fato de nem todos terem residência em São Paulo, ou ficamos em hotéis ou em casa de amigos ou parentes, mas é muito tempo que se permanece (1 mês), então torna muito difícil no sentido financeiro. Pois além do custo base do estágio, acrescenta transporte, estacionamento, comida e estadia, tornando-se um estágio de valor de mensalidade de medicina, pra quem não tem onde ficar em São Paulo. As reuniões foram muito legais, pois servem tanto para fazer revisões e atualizações científicas interessantes quanto para discutir casos clínicos em que há dúvida, tornando-se uma discussão médica de fato. Além disso, há o apoio digamos, online, que toda a equipe se dá, via Whatsapp (sendo também utilizado para que todos saibam como andam todos os pacientes, ajudando tanto na memorização dos casos, quanto a uma conduta uniforme e atualizada).

Vinícius Hideki Tanaka

Ainda há um grande preconceito no curso de medicina sobre a medicina da família, por parte dos alunos, porém foi a partir deste estágio que pude perceber que a medicina da família é a base para a integração das especialidades para o tratamento efetivo do paciente.

Leonardo Hideki Asato
FMJ

Não tinha conhecimento sobre a existência do programa e da SOBRAMFA, um colega me convidou a realizar o estágio junto com ele. Entrei no estágio imaginando que fosse algo interessante, diferente. Mas após o fim do programa, ele superou minhas expectativas, pela experiências que oferecem a um aluno no inicio do curso. A equipe que nos acompanha é de excelente qualidade e nos possibilita vivenciar momentos que apenas encontraremos após o fim da faculdade. Além disso, somos bem recebidos e tratados pela equipe e por todos funcionários durante o estágio. Vale a pena participar desse programa, pois hoje está mais difícil de um estudante acompanhar um plantão ou estagiar.

Victor Ken Ishikawa
UNINOVE

Obrigada a todos por este período rico, de muito aprendizado, o qual colaborou imensamente para o meu crescimento como acadêmica e como profissional.

Sarah Sant'Anna
PUC Goiás

Conhecer o trabalho da SOBRAMFA foi muito interessante, pois vemos como devemos tratar os pacientes não só suas doenças, mas como pessoas completas e acima de tudo trata-las com dignidade e amor.

Stella Binna Kim

O estágio apresenta muitos pontos positivos. Sem dúvida alguma, o principal deles é a oportunidade de estabelecer um contato direito com o paciente e com a realidade que permeia a área médica; é bem provável que eu só teria uma experiência como esta no período do internato. Durante o estágio aprendi muito sobre questões relacionadas ao meio técnico. Além disso, compreendi de fato a grande relevância a do relacionamento médico-paciente. A habilidade em se relacionar com o outro mostra-se tão importante, ou mais, do que o conhecimento teórico.

Ingredy Tavares Da Silva
São Camilo

Haverá momentos bons e momentos ruins mas o que você sentir com esse momentos é definira que tipo de medico você será.

Levi de Medeiros Vieira Paradelas
FMJ

“Se podes olhar, vês. Se podes ver, reparas”, já dizia José Saramago. O Olhar é conhecido como a principal maneira de perceber o mundo. A quase totalidade de informações que o homem contemporâneo recebe chega-lhe por imagens e, dessa forma, o olhar serve como receptor e analisador temporal . Por isso viso é importante para o tratamento do paciente, sem preconceito ou inferioridade.

William Vaz de Sousa
FMJ

A experiência proporcionada pelo estágio com certeza mudou o direcionamento da minha formação. Recomendo mesmo para quem está no primeiro ano!

Ícaro Salerno Fernandes
FMJ

My clinical experience in Family Medicine at SOBRAMFA was extremely rewarding and was of great value to my future career as a physician. I was able to see Family Medicine in Brazil in so many different contexts from ambulatory care, to in-hospital patients, long-term care facilities, Palliative Care and also home visits. The team was so passionate of the humanistic philosophy which Family Medicine is based on and that was extremely refreshing. All physicians were highly committed to excellence in the care of their patients while also being very attentive to the learning role of the medical students and provided valuable teaching with every patient encounter. It was an exciting rotation as well taking place in one of the most bustling metropolis of South America, São Paulo. I would highly recommend this program to fellow medical student looking for an invaluable experience in Family Medicine in Brazil.

Wilson Ventura Chan

Curso desafiador por fazer parte da prática médica de maneira integral em diferentes locais de atuação, como em visitas domiciliares, no ambulatório, nas casas de repouso e nos cuidados paliativos. Além de dar a oportunidade de observar o trabalho de profissionais que se preocupam com o doente como um todo.

Joana Lugli Tolosa
Fac. Med. Jundiai

Estive no curso de imersão para médicos na SOBRAMFA e, mesmo já atuando na área, achei o curso muito valioso. Se todos os médicos que atuam na rede de atenção primária entenderem que o nosso compromisso é com o paciente como ser humano e não só com suas doenças melhoraríamos muito nossa reputação, sobretudo na rede pública.

Livia Roberta de Resende

O estágio oferecido pela SOBRAMFA me deu uma visão geral não só da atuação do médico da família, mas, principalmente, me ofereceu um aprendizado de humanização da medicina, em como tratar o paciente e seus familiares. A questão do cuidado paliativo também foi um ponto que me marcou, ao ver o quão benéfico é esse tratamento ao paciente. Muito obrigada pela receptividade maravilhosa que tive por todos os profissionais da SOBRAMFA.

Patrícia Cavalcanti

Gostei muito do estágio na parte de cuidados paliativos. Na minha faculdade não havia tido muito contato com esse tipo de paciente. E os que eu tive contato, eles não tiveram um tratamento apropriado como pude aprender com vocês.

Natália Cristina Zorzenon
Nove de Julho

O estágio Sobramfa é encantador e único! Nele, nós aprendemos com profissionais altamente capacitados e que amam o que fazem sobre cuidados paliativos e medicina de família. Foi uma experiência única! Pude colher a história do paciente, examina-lo e discutir junto com os professores sobre sua conduta. Em cuidados paliativos, tive a oportunidade de acompanhar os profissionais durante as visitas na enfermaria e durante as conversas com os familiares.

Recomendo a todos!

Alessandra Corte Real Salgues
Nove de Julho