Estágio para estudantes de Medicina

Ser médico é algo que só se aprende na prática. A importância do conhecimento teórico e científico adquirido na faculdade de Medicina não dispensa as vivências das situações do mundo real para o estudante. Esse choque entre a realidade vivenciada nos estágios e a teoria ensinada nas faculdades é tema constante entre os alunos que já participaram deste programa.

O aluno acompanhará os professores da SOBRAMFA durante sua prática diária em cenários variados: hospitais (clínica médica, cuidados paliativos), casas de repouso, visitas domiciliares. Isso permite ao aluno conhecer de perto a conduta de médicos que tem como princípio básico da sua profissão a medicina centrada na pessoa e não na doença.

Stephanie Avesani João Figueiredo Carneiro (UNIFAE de São João)

Melhor experiência relacionada a medicina que já participei, cada dia eu achava que estava no meu ápice de conhecimento até que no dia seguinte eu conseguia aprender mais ainda. Acho essencial para todo estudante de medicina tendo como base a medicina integralizada que visa todos os cuidados com o paciente, além da equipe de excelentes profissionais.

Stephanie Avesani João Figueiredo Carneiro
UNIFAE de São João

Patricia da Silva Poiatti (USCS- São Caetano do Sul)

Minha experiência foi muito boa, vendo uma realidade que não estava acostumada e um modo de atender os pacientes bem individual.

Patricia da Silva Poiatti
USCS- São Caetano do Sul

Vinícius Hideki Tanaka

Achei o estágio extremamente proveitoso e diferenciado, com peculiaridades e serviço únicos. Recomendaria como estágio para qualquer pessoa que quisesse ver o lado humanizado da medicina ou que gostaria de ver o funcionamento pratico da medicina da família teórica. O serviço oferecido pela SOBRAMFA não é a medicina da família que vemos no Brasil e por isso me surpreendeu. Todos os preceptores são extremamente atenciosos e dedicados, tanto com os estagiários quanto com os pacientes, tornando o clima agradável e extremamente didático. Algo que poderia ser explorado para pessoas de Quarto ano ou menos de medicina, é em como realizar um atendimento; seja explicando entre as consultas o que se deve fazer, como se portar com o paciente, conduzir o atendimento e depois atender para exemplificar; seja pegando o último atendimento do dia e explicar tudo uma vez só no dia e depois realizar um atendimento completo para que saibam como é. Digo isso porque há dias que não se consegue realizar um atendimento completo pela demanda, e em relação a serem do quarto ano ou menos, porque alunos do quinto e sexto ano, normalmente já adquiriram uma maneira de atendimento e talvez se torne inútil a atividade. Em relação ao cronograma, eu mudaria algumas coisas. Como por exemplo, tirar um dia de ambulatório (deixar apenas um período) e substituir por um dia a mais na Premium por exemplo, ou trocar um período de provita por um da Premium. Em relação ao valor do estágio, o estágio é muito caro. Juntado o fato de nem todos terem residência em São Paulo, ou ficamos em hotéis ou em casa de amigos ou parentes, mas é muito tempo que se permanece (1 mês), então torna muito difícil no sentido financeiro. Pois além do custo base do estágio, acrescenta transporte, estacionamento, comida e estadia, tornando-se um estágio de valor de mensalidade de medicina, pra quem não tem onde ficar em São Paulo. As reuniões foram muito legais, pois servem tanto para fazer revisões e atualizações científicas interessantes quanto para discutir casos clínicos em que há dúvida, tornando-se uma discussão médica de fato. Além disso, há o apoio digamos, online, que toda a equipe se dá, via Whatsapp (sendo também utilizado para que todos saibam como andam todos os pacientes, ajudando tanto na memorização dos casos, quanto a uma conduta uniforme e atualizada).

Vinícius Hideki Tanaka

Como funciona

O que você vai aprender neste estágio

O estágio oferecido pela SOBRAMFA pode ser realizado por qualquer estudante regularmente matriculado em um curso de Medicina, do 1º ao 6º ano. As atividades acontecem na capital de São Paulo, nos locais de atendimento dos médicos da SOBRAMFA.

O estágio pode ter duração de uma ou duas semanas. Para aqueles que tem possibilidade de fazer um estágio eletivo durante o seu internato na faculdade, existe a modalidade do estágio mensal.

As atividades semanais iniciam-se com o marcapasso científico: reunião semanal de atualização científica na qual todos os médicos da SOBRAMFA participam.

O aluno receberá uma grade de atividades de acordo com o período no qual ele se inscreveu para fazer o estágio.

O ambiente do estágio é dinâmico e o conhecimento adquirido vai além do conteúdo científico, de maneira que você poderá:

  • Observar o cotidiano de uma equipe de médicos que prezam pelo atendimento humanizado
  • Fazer visita na casa do paciente
  • Manejar o paciente internado no Hospital
  • Aprender como lidar com doenças crônicas e prevalentes
  • Entender o manejo do paciente institucionalizado
  • Trabalhar em equipe
  • Técnicas de entrevista médica
  • Como aprimorar a comunicação entre médico e paciente
  • Atuar em equipes de cuidados paliativos

Sarah Sant’Anna (PUC Goiás)

Obrigada a todos por este período rico, de muito aprendizado, o qual colaborou imensamente para o meu crescimento como acadêmica e como profissional.

Sarah Sant'Anna
PUC Goiás

Vitória Souto Galvão de França (UNINTA -Sobral / Ceará)

A SOBRAMFA me proporcionou uma experiência unica, onde foi possível ter um contato próximo com o paciente de forma eficiente, atendendo suas demandas e melhorando sua qualidade de vida através da escuta. Pude viver momentos únicos que apenas com a faculdade não conseguiria e pude ter a certeza da profissão que escolhi para minha vida.

Vitória Souto Galvão de França
UNINTA -Sobral / Ceará

Caroliny Moraes Silva (FM de Petrópolis – RJ)

O meu principal objetivo ao entrar na SOBRAMFA era intensificar a prática médica e forçar para que eu não perdesse meu ritmo de estudos nessas férias de internato; compartilho com vocês que alcancei este objetivo e mais; conheci uma instituição que acredita e pratica aquilo que muitas vezes se perde na correria da medicina e que eu acredito muito, a humanização! A SOBRAMFA desenvolve um meio de ensino, o qual o aluno fica à vontade para questionamentos e para praticar (claro que dentro das limitações do tempo que se tem para cumprir as tarefas); sempre com compromisso, respeito e destreza. Com toda certeza foi um grande prazer conviver com vocês. Encerrei o estágio, encantada com o que presenciei e com o que aprendi, tanto em âmbito profissional quanto pessoal. Deixo os meus parabéns e o meu muito obrigado de todo o coração a todos que tive contato, em especial a: Renata, Dra. Joana, Dr. Vitor, Dra. Graziela, Dra. Laura, Dra. Jaqueline e Dr. Marco. Desejo que eu consiga manter contato com todos vocês! Muito Obrigada. Que Deus os abençoe.

Caroliny Moraes Silva
FM de Petrópolis - RJ

Informações gerais

Atividades Teóricas

  • “Marca-passo” científico: discussão de casos clínicos e artigos científicos (que chamamos de “Academos”).
  • Participação nas Reuniões de Raciocínio Clínico toda segunda terça-feira do mês às 19h30. São reuniões conduzidas por estudantes de medicina de diversas faculdade. Os médicos atuam apenas como supervisores do processo (se coincidir com o período do seu estágio).
  • Marcapasso de construção: reunião mensal de educação médica e humanismo (se coincidir com o período do seu estágio).

Atividades Práticas

  • Ambulatório: acompanhamento de pacientes no ambulatório de continuidade, enfoque em atenção primaria, prevenção em saúde, tratamento de múltiplas comorbidades, habilidade em construção de vínculo.
  • Geriatria: atendimento ao idoso  que vive em comunidades.
  • Cuidados Paliativos: Enfoque no aprendizado em cuidar de pacientes sem possibilidade terapêutica, discutir abordagem sobre a morte, dar noticias difíceis, lidar com as incapacidades, tratamento de sintoma.
  • Supervisão de residenciais de idosos com foco em prevenção e gestão de questões do cotidiano.
  • Visitas diárias aos pacientes hospitalizados sob os nossos cuidados. Foco em gestão de crônicos, pacientes complexos e cuidados paliativos.
  • Visitas em hospitais de longa permanência com foco em reabilitação, paliatividade e crônicos.

Sobre o seguro de vida

  • Validade de 1 (um) mês após o início do estágio.
  • Cobertura de morte ou invalidez permanente por acidente.
  • Capital segurado: R$ 10.000,00
  • Seguradora: Bradesco Seguros

Hospedagem e transporte

Para que você possa aproveitar o máximo do período do estágio, recomendamos que você se hospede em um hotel próximo à sede da SOBRAMFA (caso você não more em São Paulo).

Como as atividades acontecem em lugares diferentes em uma mesma semana (hospitais, casas dos pacientes, casas de repouso e na própria sede da SOBRAMFA), sugerimos que você providencie um meio de transporte caso você não saiba se locomover por São Paulo. Você pode se locomover utilizando o transporte público, táxi ou Uber.

Use o mapa abaixo para encontrar os hotéis próximos à sede da SOBRAMFA (ressaltamos que não temos qualquer relação com esses hoteis):

Patricia da Silva Poiatti (USCS- São Caetano do Sul)

Minha experiência foi muito boa, vendo uma realidade que não estava acostumada e um modo de atender os pacientes bem individual.

Patricia da Silva Poiatti
USCS- São Caetano do Sul

Sissi Tess Zandonadi (EUA)

Eu gostei muito das atividades que participei e das instituições que visitei. Cada lugar e cada médico da equipe passam por situações diferentes e foi importante pra mim poder ver como cada um deles reage e lida com essas situações. Eu acho que ser médico é mais do que estudar medicina, e pra mim foi precioso poder estar ali, naquelas situações, pelos pacientes.

Sissi Tess Zandonadi
EUA

Camila Di Francesco Cocitta (Lusiadas)

Aprendizado é a palavra chave do estágio, um leque de aprendizado e experiências essenciais para formar um médico humano. Acredito que a faculdade nos faz médicos, mas nem sempre para praticar uma medicina humanistas. São nessas vivências que nossas escolhas se afloram. Vivenciei ao lado de um paciente a alegria e de outro o sofrimento temeroso e no papel exemplar dos médicos da SOBRAMFA a medicina holística sendo exercida. Acompanhar os médicos foi um aprendizado que nenhuma sala de aula iria me proporcionar, recomendo para todos os estudantes de medicina que tiver a oportunidade.

Camila Di Francesco Cocitta
Lusiadas

Perguntas frequentes

1. Onde é realizado o estágio?

A cada dia da semana você acompanhará um médico da SOBRAMFA num cenário diferente. O objetivo é mostrar diferentes médicos-professores em cenários variados.

2. É Necessário trazer algum material?

Você deverá trazer jaleco ou roupa branca, e poderá utilizar o seu estetoscópio.

3. Qual o horário do estágio?

As atividades iniciam na segunda-feira as 12:30hs. Nos demais dias da semana as atividades acontecem entre 8:00 e 17:00 hs.

4. Eu recebo certificado por realizar este estágio?

Sim, ao término do estágio, após você enviar a sua avaliação (obrigatória) você receberá o certificado de conclusão.

5. Posso fazer o estágio mais de uma vez?

Sim, mediante agendamento o estágio poderá ser realizado quantas vezes forem do interesse do estudante.

6. O estágio da SOBRAMFA serve como Eletivo para a Faculdade de Medicina?

Sim, você pode fazer o estágio conosco em sua época de estágio eletivo.

7. Eu sou brasileiro(a) mas estudo no exterior. Posso participar do estágio?

Sim! Todo estudante de medicina brasileiro pode participar, mesmo que estude fora do país.

Leticia Novak Crestani (UniCesumar – PR)

O estágio superou as minhas expectativas, acabei me apaixonando pelo trabalho que os profissionais da SOBRAMFA fazem, é um programa que me ensinou muito. Saí do estágio com um gostinho de quero mais e também com a vontade de trabalhar ali.

Leticia Novak Crestani
UniCesumar - PR

Edson Satoshi Miyazato (PUCPR-Londrina)

A grande experiência do estágio foi conhecer o escopo e mercado na qual a SOBRAMFA se aplica. Totalmente diferente, pois são serviços especializados ao cuidado, pude encontrar diferentes conhecimentos nos Cuidados Paliativos e no uso do Médico de Referência, principalmente. Recomendo.

Edson Satoshi Miyazato
PUCPR-Londrina

Jaqueline Midori Tominaga Gouveia (Faculdade de Medicina Jundiaí)

Ter feito o estágio na SOBRAMFA me deu esperança na Medicina que acredito. Uma Medicina que foca no paciente e não somente em sua doença. Foi incrível observar de perto como um atendimento humanizado pode auxiliar melhor o paciente e proporcionar a ele uma melhor qualidade de vida e bem estar. Superou minhas expectativas e os aprendizados irei levar para a vida toda

Jaqueline Midori Tominaga Gouveia
Faculdade de Medicina Jundiaí

Quer ver outras opiniões de quem já participou do estágio?

Veja alguns depoimentos que os alunos escreveram ou confira nossa playlist com algumas opiniões no YouTube.

Inscrição

O processo de inscrição acontece em três etapas simples. Clique no botão a seguir para mais informações.